• Estudantes poderão faltar aulas por questões religiosas

    O presidente Jair Bolsonaro sancionou uma lei que garante que estudantes possam faltar aulas e provas em respeito às questões religiosas.

    A lei entra em vigor a partir de maio deste ano e garante aos estudantes reaplicação de provas e reposições de aulas ou até mesmo atividades alternativas para alunos que se enquadrem nestas situações.

    O MEC afirma que há no Brasil cerca de 2 milhões de brasileiros que têm o sábado como dia sagrado. Isso já havia sido tratado com a mudança dos dias das provas do Enem que passaram de sábado e domingo para dois domingos.

    A lei se estende para escolas e universidades públicas e privadas, mas não para escolas militares que têm seus próprios regimentos.

    Alguns exemplo:

    Islamismo – sexta-feira

    Judaísmo e Adventista- sábado

    Cristianismo – domingo

    WhatsApp chat